SOBRE O iCS

 CONSELHO

Ana Yang

Ana é a presidente do Conselho do iCS. Pós-graduada em Social Policy and Development pela London School of Economics and Political Science (LSE), ela é consultora sênior da Hoffmann Centre on the Sustainable Resource Economy (Chatham House). Antes, foi gerente do portfólio de mudanças climáticas na Children’s Investment Fund Foundation (CIFF) em Londres. Trabalhou como gerente do programa de Consultoria de Negócios Sustentáveis na IFC (International Finance Corporation) em São Paulo e como diretora executiva na Iniciativa Nacional do Forest Stewardship Council, em Brasília. Suas áreas de atuação são: finanças sustentáveis, gerenciamento de risco ambiental e social e mecanismos de financiamento de floresta.

Adriana Moreira

Bióloga com Mestrado pela Unicamp e PhD em Ecologia pela Universidade de Harvard, Adriana é especialista em meio ambiente e desenvolvimento sustentável, com mais de 25 anos de experiência em gestão de recursos naturais, desenvolvimento rural e mudanças climáticas na América Latina e África. A Dra. Moreira atua como membro de conselhos consultivos de fundações privadas nacionais e internacionais. Dentre outras distinções profissionais, recebeu o Prêmio Pirelli Internacional, o Prêmio de Impacto de Desenvolvimento na categoria Ambiental do Departamento do Tesouro dos EUA e  o Prêmio Chico Mendes de Florestania, por sua atuação pela conservacão e desenvolvimento sustentável da Amazônia. Especialista Sênior em Meio Ambiente do Banco Mundial, atualmente lidera o Programa Paisagens Sustentáveis da Amazônia (ASL), que reúne projetos em sete países da bacia Amazônica. 

Gabriel Visconti

Gabriel é bacharel e mestre em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Também possui MBA Executivo pelo Instituto de Pós-Graduação em Pesquisa Empresarial (COPPEAD). Visconti é economista do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), onde ingressou em agosto de 1998 e assumiu funções em diversos setores, como social, financeiro, de comércio exterior e planejamento. Por seis anos, foi o superintendente da Área de Gestão Pública, Social e Ambiental, responsável pelo Fundo Amazônia e pelo gerenciamento de projetos de restauração florestal, inovação em sustentabilidade, conservação e uso sustentável dos recursos naturais. Atualmente, é chefe do Departamento de Planejamento Estratégico do BNDES.

Jess Ayres

Ayres é diretora da equipe de Mudanças Climáticas da Fundação de Fundos de Investimento para Crianças (CIFF), onde lidera os portfólios de Finanças Climáticas e Uso da Terra. Ela tem 15 anos de experiência nos setores de desenvolvimento internacional, mudanças climáticas e energia. Antes do CIFF, Jess trabalhou para o governo do Reino Unido, onde desempenhou funções como chefe de Comércio de Carbono da União Europeia no Departamento de Negócios e Energia; Chefe de Energia do Tesouro do Reino Unido; e Chefe de Gabinete do Ministro de Energia e Mudanças Climáticas. Antes disso, Ayres passou sete anos trabalhando no exterior, assessorando bancos, agências e governos de países em desenvolvimento no sul da Ásia no planejamento de resiliência às mudanças climáticas. É doutora em Desenvolvimento Internacional e Mudanças Climáticas.

Leonardo Lacerda

Leonardo é diretor do Programa de Meio Ambiente na Oak Foundation em Genebra, Suíça. Trabalhou por 14 anos com a rede internacional  World Wildlife. Foi diretor de programas no WWF Internacional e membro fundador da ONG Fundação Vitória Amazônica também na Suíça, na Itália e no Brasil. Ele é formado pela John Hopkins University e mestre em Finanças Internacionais e Latino-americanas. Suas áreas de atuação incluem liderança de instituições, estabelecimento de organizações, funcionamento de redes e relações internacionais.

Lucas Assunção

Lucas Assunção é mestre em Economia pela PUC-Rio e fez cursos de Economia e Matemática na Universidade da Califórnia, além de ter participado do programa de Economia Ambiental e Análise de Políticas em Harvard. Possui mais de vinte anos de experiência profissional em questões relacionadas ao meio ambiente. Em 2001, ele ingressou na Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) para coordenar a Iniciativa BioTrade, que promove o comércio e o uso sustentável de produtos e serviços baseados na biodiversidade nos países em desenvolvimento. Desde 2010, ele chefia o Setor de Comércio, Meio Ambiente, Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável da Divisão de Comércio Internacional de Bens e Serviços e Mercadorias da UNCTAD. Atualmente, ele trabalha como economista independente.

Marilene Ramos

Marilene é graduada em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e doutora em Engenharia Ambiental pela COPPE/UFRJ. Foi diretora de infraestrutura e sustentabilidade entre 2016 e 2018, no Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) – responsável pelas Área de Energia (AE), Área de Gestão Pública Socioambiental (AGS) e Área de Saneamento e Transporte (ASP). Foi presidente do IBAMA de 2015 a 2016, secretaria do Ambiente e presidente do Instituto Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro (INEA) de 2008 a 2014. Entre suas qualificações, Marilene se destaca por atuar no desenvolvimento e implementação de políticas públicas de meio ambiente com ênfase nas áreas de gestão, mudanças climáticas, saneamento, economia e finanças verdes. Além disso, ela também é professora da Escola de Administração Pública e Empresas da Fundação Getúlio Vargas (EBAPE/FGV).

Rodrigo Fiães

Rodrigo é o vice-presidente do conselho iCS. Economista formado pela PUC-Rio e pela London School of Economics and Political Science (LSE). Foi sócio da Gávea Investimentos e trabalhou com assuntos ligados a finanças e pesquisas econômicas durante um longo período da sua vida profissional - em diferentes instituições privadas e públicas, tanto no Brasil quanto na Inglaterra.  Nos últimos 4-5 anos, tem se dedicado ao Terceiro Setor, participando ativamente da concepção, montagem e início de operações de duas associações civis sem fins lucrativos: o Instituto Serrapilheira (2014-18) e o Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (2018-19).

Thula Pires

Thula Pires é mulher preta de axé, mãe da Dandara e bailarina. É mestre e doutora em Teoria do Estado e Direito Constitucional pela PUC-Rio, onde atua como professora adjunta nas mesmas áreas, como coordenadora de graduação no Departamento de Direito e coordenadora geral do Núcleo Interdisciplinar de Reflexão e Memória Afrodescendente (NIREMA). Foi professora visitante no African Gender Institute, University of Cape Town (CAPES/PRINT/2020). Associada de CRIOLA e membra da Assembleia Geral da Anistia Internacional no Brasil.

Please reload

      CONSELHO FISCAL

Helena Penna

Helena é graduada em Economia pela PUC-Rio e membro efetivo do Conselho Fiscal das Lojas Renner S.A. e do Instituto Lojas Renner - desde 2005 e 2008, respectivamente. Participa como membro da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que busca a inserção da mulher no mercado de trabalho, investindo em projetos de geração de trabalho e renda. Foi diretora de operações do Grupo Pão de Açúcar e também responsável pelo abastecimento, logística e pós-venda (SAC) dos sites Ponto Frio, Extra e Casas Bahia, de julho de 2008 até março de 2012.

Warley de Oliveira Dias

Warley é diretor da R&R Auditoria e Consultoria e da Value Gestão de Negócios e fez mestrado em Contabilidade e Controladoria pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Como professor universitário em cursos de graduação e pós-graduação (UFMG, PUC Minas, Milton Campos, Faculdade Batista, entre outras), ele também tem experiência em empresas multinacionais na área contábil. Atua ainda nos campos de gestão financeira, avaliação de negócios (valuation) e de auditoria. Ministra seminários para a Revista Filantropia com foco em contabilidade para o Terceiro Setor.

Please reload

EQUIPE

Ana Toni, Diretora Executiva

Ana é diretora executiva do Instituto Clima e Sociedade (iCS) e sócia-fundadora do GIP (Gestão de Interesse Público). Economista e doutora em Ciência Política, Ana possui longa trajetória no trabalho e apoio a projetos voltados à justiça social, à promoção de políticas públicas, à área do meio ambiente e mudanças climáticas e à filantropia. Ana foi Presidente de Conselho do Greenpeace Internacional (2010-2017), diretora da Fundação Ford no Brasil (2003-2011) e da ActionAid Brasil (1998-2002). Além de ter sido membro do conselho do GIFE, WINGS, ITS e Wikimedia, atualmente é integrante da Rede de Mulheres Brasileiras Líderes pela Sustentabilidade e dos conselhos da Agência Pública, Gold Standard Foundation, Instituto Escolhas, ClimaInfo, Instituto República, IPAM e Transparência Internacional.

Amanda Ohara, Coordenadora Técnica do Instituto E+ Transição Energética

Amanda é mestre em Planejamento Energético pela COPPE/UFRJ e graduada em engenheira química pela UNICAMP. Atua há 13 anos no setor energético brasileiro. Trabalhou nas áreas de Engenharia Básica e na Estratégia Corporativa da Petrobras, onde desenvolveu conhecimento aprofundado sobre o mercado internacional de petróleo, gás natural e biocombustíveis e nas diferentes tecnologias para produção de combustíveis. Atuou também como consultora em energias renováveis e eficiência energética, desenvolvendo estudos e coordenando atividades em projetos de Energia da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ). Desde outubro, Amanda é a nova coordenadora técnica da iniciativa E+ Transição Energética.

Ana Beatriz Fandinho, Analista de administração e finanças

Ana Beatriz é graduada em Relações Internacionais pela Ibmec – RJ (2011) e mestre em Administração de Negócios Internacionais pela Newcastle University, no Reino Unido. Atualmente, cursa Letras à distância pela UNESA. Já trabalhou como: assistente de contratação de bens e serviços na Petrobras (2012-2013); tradutora visitante na Fiocruz; e como professora de inglês para crianças. Fluente em inglês, ela possui certificado de proficiência em língua inglesa pela Universidade de Cambridge (CAE). No iCS ela exerce a função de analista de Administração e Finanças, atuando na área de contabilidade, administração e relações internacionais.

Caio Borges, Coordenador do Programa de Direito e Clima

Caio Borges é advogado graduado em direito pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), mestre em Direito e Desenvolvimento pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP) e doutor em Filosofia e Teoria Geral do Direito pela Universidade de São Paulo (USP). Foi coordenador dos programas de Empresas e Direitos Humanos e Desenvolvimento e Direitos Socioambientais da Conectas Direitos Humanos (2014-2019). Lecionou no Master em Gestão da Sustentabilidade e foi pesquisador do Grupo de Empresas e Direitos Humanos na FGV-SP. Antes de ingressar no terceiro setor, atuou como advogado do Itaú Unibanco, apoiando o desenvolvimento de produtos de investimentos para gestão de ativos e private banking. Possui 10 anos de experiência em financiamento e desenvolvimento sustentável e regulação internacional de instituições financeiras e mercado de capitais. É non-resident fellow do Center for BRICS Studies da Universidade de Fudan (China) e do Centro para Estudos sobre África, América Latina e Caribe da O.P. Jindal Global University (Índia). No iCS, ele coordena o Programa de Direito e Clima, que tem por objetivo promover iniciativas no campo jurídico para fomentar a implementação de políticas e práticas compatíveis com os objetivos do Acordo de Paris. 

Denise Reis, Assistente financeiro e administrativo

Denise é graduada em Administração de Empresas pela Universidade Veiga de Almeida, pós-graduada em Gestão pela Qualidade Total. Em 2015, realizou um Master of Business Administration (MBA) em Gestão de Pessoas. Entre 2007 e 2012, trabalhou na Action Aid Brasil como assistente administrativo e financeiro, sendo responsável por questões relacionadas ao cumprimento das políticas de recursos humanos, logística de eventos, viagens e manutenção do escritório. Atuou na empresa Gestão de Interesse Público (GIP) e na Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Rio de Janeiro (Arpen Rio), promovendo a viabilização da população vulnerável na erradicação do subregistro civil e ampliação do acesso à documentação básica. No iCS, ela é assistente de administração e finanças, que irá auxiliar o departamento e parte das atividades da assessoria da direção executiva. 

Emílio Matsumura, Diretor executivo do Instituto E+ Transição Energética

Emílio é graduado e doutor em economia pela PUC-Rio. De 2012 até 2020, foi assessor da presidência na Empresa de Pesquisa Energética (EPE), tendo, dentre outras atribuições, a coordenação executiva do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) e do Plano Nacional de Energia (PNE) 2050. Ainda na EPE, foi superintendente-adjunto e assessor da superintendência de Estudos Econômicos e Energéticos entre 2006 a 2012. Sua experiência profissional inclui a atuação como consultor econômico da Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça e de instituições financeiras, administrador assistente dos Fundos Internacionais do BBM Asset Management – Banco BBM S.A, além de revisor técnico e parecerista em publicações acadêmicas. Atualmente leciona Microeconomia e Econometria no IBMEC. Já foi professor de diversas disciplinas em Economia na PUC-Rio, EPGE/FGV,  FUCAPE em Vitória (ES) e das Faculdades Cândido Mendes. Atualmente, ele é o novo diretor executivo do Instituto E+ Transição Energética.

Gabriel Lui, Coordenador do Portfólio de Uso da Terra e Sistemas Alimentares

Gabriel é graduado em Gestão Ambiental pela ESALQ/USP, mestre e doutor em Ecologia Aplicada pela USP. Ocupou posições de direção na área de economia florestal, desenvolvimento rural sustentável e combate ao desmatamento no Ministério do Meio Ambiente e no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Atuou no desenvolvimento e implementação de algumas das principais políticas relacionadas ao uso da terra do país, como o Novo Código Florestal, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e a NDC do Brasil. Atua como pesquisador associado do Center for the Analysis of Social-Ecological Landscapes (CASEL), Indiana University, EUA. Foi um dos autores do IPBES Global Assessment, lançado em 2019. No iCS, coordenará o novo portfólio de Uso da Terra e Sistemas Alimentares, com o objetivo de promover ações e incentivos para o uso da terra mais sustentável, para a melhoria da gestão florestal e para a redução dos impactos ambientais da agricultura e da alimentação.  

Gustavo Pinheiro, Coordenador do Portfólio de Economia de Baixo Carbono

Gustavo tem mais de 15 anos de experiência profissional – sendo 10 deles dedicados à temática de mudança do clima, meio ambiente e direitos humanos, em instituições da sociedade civil como o Instituto Socioambiental e The Nature Conservancy. Participou de diversos processos de elaboração de políticas públicas relacionadas às mudanças climáticas, como a elaboração da estratégia nacional de REDD+, a defesa do Código Florestal, análises dos compromissos brasileiros no âmbito do UNFCCC, entre outros. Ele reúne também experiência no setor privado, tendo atuado em consultoria empresarial e no setor financeiro, junto ao ABN-Amro Bank. Antes de se juntar ao iCS, Gustavo fundou, nos Estados Unidos, o fundo de investimento de impacto Bratus Natural Capital. Como coordenador do portfólio de Economia de Baixo Carbono, ele apoia o financiamento de projetos que contribuam para a aceleração da descarbonização da economia brasileira. Assim, ele atua ativamente na ampliação do universo de bons projetos e acelerar a transição para modelos de negócio de baixo carbono - através da incorporação de tecnologias, processos e princípios da bioeconomia, economia circular e regenerativa.

Kamyla Borges Cunha, Coordenadora da iniciativa de Eficiência Energética

Kamyla é bacharel em direito pela Faculdade de Direito da USP, mestre e doutora em planejamento de sistemas energéticos pela Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp, tendo como foco de pesquisa o papel do Brasil frente às negociações internacionais sobre a mudança global do clima. Trabalhou 12 anos no Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA), coordenando o portfólio de energia elétrica. Também foi docente nos cursos de engenharia química e ciências ambientais na UNIFESP/Diadema. No iCS, ela atua na coordenação do Projeto Kigali, cujo foco é promover o aumento de eficiência energética com a transição de gases refrigerantes de menor GWP no setor de ar condicionado no Brasil.

Luiza de Mello e Souza, Gerente de Desenvolvimento Institucional e Parcerias

​Luiza é mestre em Tecnologia Educacional para as Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e tem bacharelado e licenciatura em Biologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), além de outras certificações. Trabalhou por doze anos no escritório da Fundação Ford no Brasil, como gerente de doações de 2007 a 2016 e anteriormente como Program Associate. Foi pesquisadora visitante na Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (na Fiocruz); trabalhou no Instituto Nacional de Tecnologia (INT); lecionou na Universidade do Rio de Janeiro (UNIRIO) como professora substituta; e foi pesquisadora júnior e educadora social no Programa EICOS, da UFRJ. Ela é bilíngue em português e inglês e também fala espanhol. No iCS, Luiza é responsável pela relação com financiadores, e gerencia o time dedicado a avaliação, comunicação institucional, gestão de doações e capacitação de donatários.

Marcel Martin, Coordenador do Portfólio de Transporte

Marcel é graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em Planejamento e Gestão de Território pela UFABC. Entre suas experiências profissionais, trabalhou com a coordenação de grandes projetos voltados para a área de planejamento urbano, transporte e mobilidade com equipes multidisciplinares. De 2009 a 2016, Marcel atuou como desenvolvimento de estudos de transporte - dentre eles, Planos Diretores e de Mobilidade. De 2016 a 2018, trabalhou no Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) com a gestão e coordenação técnica dos produtos previstos do programa de mobilidade urbana de baixo carbono. No iCS, ele coordena o portfólio de transportes, monitorando projetos relacionados à mobilidade urbana,  fomentando o conhecimento e o debate sobre a economia do transporte, além de explorar as interfaces entre qualidade do ar e saúde com as políticas e tecnologias de transporte. 

Marisa Bastos, Coordenadora de Comunicação do Instituto E+ Transição Energética

​Marisa é graduada em Comunicação Social com especialização em Jornalismo pela FACHA, pós-graduada em Gerenciamento de Projetos pela Escola de Engenharia da UFF, e em Comunicação Empresarial pela Universidade Cândido Mendes. Entre suas experiências profissionais, Marisa trabalhou, como gerente de comunicação na Apex, ligada ao MRE, onde implementou a comunicação internacional estratégica para os Estados Unidos, União Europeia e China, reformulou os processos de comunicação interna e comunicação digital, além de coordenar a equipe de atendimento à imprensa. Marisa também atuou na candidatura e, posteriormente, no Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016. Como gerente de comunicação, liderou o Plano de Comunicação Estratégica - que cobria os cinco anos de trabalho até os Jogos, e a comunicação da Casa Brasil para os Jogos de Londres. Foi observadora dos Jogos de Londres (verão) e Socchi (inverno) para operação e assessoria de a imprensa. Ela também trabalhou para o Consórcio Estreito Energia (CESTE) na construção da Hidrelétrica de Estreito, no Maranhão, gerenciando as equipes de atendimento imprensa, eventos, comunicação com comunidades impactadas e comunicação interna. No iCS, Marisa participa da implantação do  Instituto E+ Transição Energéticos.

Roberto Kishinami, Coordenador Sênior do Portfólio de Energia

Roberto é mestre em Física pela Universidade de São Paulo (USP), especializado em energia e mudanças climáticas nos últimos quinze anos. Presta consultoria nessas áreas para empresas de energia, instituições financeiras e associações setoriais, entre outras. Seu assessoramento focaliza os investimentos dentro do planejamento para inserção estratégica em mercados globalizados, com os critérios de baixo carbono e impacto ambiental como fatores competitivos. É membro do conselho do Instituto Democracia e Sustentabilidade, foi membro do conselho internacional da Action Aid e diretor do Greenpeace no Brasil de 1994 a 2001. No iCS, ele é responsável pelo portfólio de Energia, selecionando, monitorando e avaliando os donatários que atuam nesta área. Também supervisiona o Projeto Kigali e a implantação do E+ Diálogos Energéticos

Silvia David, Gerente de Doações

Silvia é graduada em Engenharia de Produção pela UFRJ e Análise de Sistemas pela PUC-Rio e obteve a certificação ABPMP Internacional (Associação de Profissionais de Gerenciamento de Processos de Negócio) em 2015. Trabalhou em TI de grandes empresas de telecomunicações e em consultoria por 20 anos, sendo responsável pela especificação de novos Sistemas, Gestão de Projetos. No iCS, ela gerencia as doações e garante sua conformidade com as políticas e procedimentos internos do instituto, fazendo o acompanhamento financeiro dos projetos e apoiando os donatários no aspecto administrativo das doações.  Silvia também é responsável pelo aprimoramento e manutenção do sistema de monitoramento das doações, consolidação de dados e geração de relatórios gerenciais sobre os recursos doados.

Tatiana Zanotti, Gerente de Administração e Finanças

Tatiana é graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com pós-graduação em Controladoria e Finanças. Trabalhou de 2003 a 2011 como coordenadora financeira, administrativa e de recursos humanos na instituição privada Oi Futuro. De 2011 a 2015, atuou na organização humanitária internacional, Médicos Sem Fronteiras (MSF), como diretora de administração, finanças e TI. No iCS, ela é responsável pela área administrativa, financeira e de recursos humanos.

Thatiana Santos, Assessora Executiva

Thatiana é graduada em Jornalismo pela FACHA, mestra em Ciência Política pela Università degli Studi di Roma Tre e pós-graduada em Assessoria de Imprensa. Possui experiência nacional e internacional nas áreas de Comunicação e Jornalismo, com expertise no desenvolvimento de projetos de Comunicação Externa, Endomarketing e Relações Públicas. Trabalhou cerca de 13 anos como repórter, assessora de impresa e consultora de comunicação interna na Europa e nos Estados Unidos. Thatiana trabalhou com monitoramento e realização de leituras e análises de matérias nas mídias impressas e eletrônicas.  No iCS, ela é a nova assessora executiva, responsável pelo suporte estratégico - interno e externo - em relações institucionais e  atendimento ao público.

Please reload

iCS - Instituto Clima e Sociedade 2020 | Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn ícone social