• iCS - Clima e Sociedade

Workshops debatem riscos não financeiros e água na geração elétrica

Organizados pelo Instituto Escolhas, os workshops debateram formas de computar os riscos não financeiros na geração de energia e o papel da água no setor



Como valorar os riscos não financeiros durante o planejamento da geração elétrica? Essa foi a principal pergunta do workshop realizado no dia 12 de setembro pelo Instituto Escolas em parceria com a EPE (Empresa de Pesquisa Energética) e a Escopo Energia, e que contou com a participação de representantes do setor financeiro (Santander, Itau, Bradesco, BNDES, Febraban), de energia, Unep (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) e Agência Nacional de Águas, além da Frente por uma Nova Política Energética. O objetivo principal foi levantar os importantes desafios enfrentados pelo setor elétrico no Brasil relativos a parametrização de riscos não financeiros, o que leva, muitas vezes, a custos e prazos de conclusão muito superiores do que os estipulados inicialmente. Confira mais informações.


O evento faz parte do projeto “Caminhos para uma matriz energética de baixo carbono, sustentável e justa”, que será lançado no dia 28 de novembro com financiamento do iCS.


Já no dia 26 de setembro, o Escolhas organizou um workshop para detalhar os resultados parciais de um novo estudo que analisa se a água deve ser tratada como insumo pelo setor elétrico e, nesse caso, qual seria o custo adicional a ser atribuído a cada fonte e ao sistema. O moto central é que a água é um elemento central para uma boa parte da geração de energia elétrica no Brasil, com as hidrelétricas, o que pode afetar o ciclo da água nas localidades em que as usinas estão instaladas. Confira a notícia na íntegra.



iCS - Instituto Clima e Sociedade 2020 | Todos os direitos reservados