• iCS - Clima e Sociedade

6 em cada 10 trabalhadores da Amazônia são informais

Pesquisa que faz parte do projeto Amazônia 2030 mostra que o desmatamento não contribui para a geração de emprego e renda na região, pelo contrário – a defasagem para o resto do país é enorme




Iniciativa de pesquisadores brasileiros para desenvolver um plano de ações para a Amazônia brasileira, o projeto Amazônia 2030 desenvolve trabalhos entre 2020 e 2022 para que a região tenha condições de alcançar um patamar maior de desenvolvimento econômico e humano e atingir o uso sustentável dos recursos naturais no fim da década. A primeira pesquisa publicada chama-se “Mercado de Trabalho na Amazônia Legal – Uma análise comparativa com o resto do Brasil” e mostra que o desmatamento e a degradação florestal não contribuem para a criação de boas condições e renda, com importantes defasagens em relação ao restante do país: em 2019, 6 em cada 10 trabalhadores da Amazônia são informais.


Acompanhe a repercussão na imprensa:


Valor


Estadão

Globo News