• iCS - Clima e Sociedade

Mulheres potentes na rede Ashoka

O iCS parabeniza, com orgulho, três mulheres fortes, guerreiras e incansáveis pelo ingresso à rede global Ashoka: Alessandra Orofino, do Nossas, Angela Mendes, do Comitê Chico Mendes, e Katia Brasil, da Amazônia Real. Líderes e capazes de inspirar a transformação em cada um de nós, elas se destacam por entender brilhantemente alguns dos principais problemas contemporâneos, como aqueles que afetam as cidades, a democracia, a resiliência climática e a vida nas florestas. Não é fácil enfrentar um sistema arraigado e desigual. Mas elas seguem em frente, não apenas como um sopro, mas sim um vendável de luz e esperança.


Conheça um pouco sobre cada uma, a partir de resumo produzido pela Ashoka (Imagens: @ashoka):


Alessandra Orofino é co-fundadora do Nossas, organização que promove o uso de tecnologias para defender a democracia e oferecer pressão popular por justiça social. Sua trajetória com redes teve início no Meu Rio, fundado em 2011, e seguiu em outros projetos e cidades. No Nossas, já são mais de 200 campanhas realizadas, com a mobilização de 1,6 milhão de pessoas e mais de 120 mudanças em políticas públicas.


Angela Mendes é coordenadora do Comitê Chico Mendes, em Xapuri (AC), além de co-liderar um movimento de defesa dos povos tradicionais e indígenas. Para ela, os jovens expressam diretamente o êxito das unidades de conservação de uso sustentável, entre as quais a Resex Chico Mendes.



Katia Brasil é co-fundadora da Amazônia Real (Manaus), primeira agência de jornalismo investigativo sem fins lucrativos com sede na Amazônia. A organização capacita jovens indígenas, ribeirinhos e quilombolas com ferramentas e técnicas narrativas que fortalecem o pensamento crítico e expressão de seus valores, cultura, desafios, história e direitos. As mais de 2 mil publicações e documentários já alcançaram 3,5 milhões de pessoas.