• iCS - Clima e Sociedade

Mulheres quilombolas

Livro coordenado por Djamila Ribeiro e organizado por Selma Dealdina dos Santos, da Conaq, reúne 18 textos escritos por mulheres quilombolas e retrata seus saberes, vivências e resistências

A já fundamental obra “Mulheres quilombolas: territórios de existências negras femininas” está à venda nas livrarias do Brasil, inclusive online. O livro, lançado pelo Selo Sueli Carneiro, coordenado por Djamila Ribeiro e organizado por Selma Dealdina dos Santos, da Secretaria Executiva da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq), narra os saberes, vivências e resistências de 18 mulheres de vários quilombos do Brasil. A publicação reforça a ideia de que, quando uma mulher negra se movimenta, toda a sociedade faz o mesmo. Conheça mais. No site do Conaq, aliás, há cinco motivos elencados pela editoria Jandaíra para que ninguém perca a oportunidade:

1. Entenda a realidade dos quilombos no Brasil e a sua luta por direitos básicos pelo olhar das mulheres quilombolas;

2. Conheça os quilombos brasileiros e sua relação com a ancestralidade;

3. Decolonize seu olhar em temas como agroecologia, proteção das sementes e, defesa do meio ambiente;

4. Saiba mais sobre a luta das mulheres quilombolas contra a violência doméstica;

5. Conheça os desafios das mulheres quilombolas na academia.