• iCS - Clima e Sociedade

MapBiomas: patrimônio imaterial da democracia

Lançamento da Coleção 5 do Mapbiomas, com atualizações, inclusão de 2019 e inovações em versão beta reforçam a importância da ciência e da transparência como patrimônios imateriais fundamentais da democracia mundial e brasileira


A Coleção 5 dos mapas anuais de cobertura e uso da terra do Brasil do MapBiomas está no ar, não apenas com melhorias em relação às versões anteriores, mas também com a inclusão do ano de 2019 na série histórica que começa em 1985. O lançamento aconteceu no “5º Seminário Anual do MapBiomas: Revelando o uso da terra no Brasil com ciência e transparência”, em 28 de agosto, com liderança do coordenador geral da iniciativa, Tasso Azevedo. Durante o evento online, houve a apresentação dos resultados, como os 35 anos dos mapas anuais de cobertura e uso da terra do Brasil em escala de 30 metros e melhorias na acurácia nos biomas e novas classes de agricultura, já utilizando o novo limite dos biomas em escala 1:250.000 do IBGE – e também algumas inovações em versões beta.

“Já vínhamos trabalhando com dados de infraestrutura, e detalhamos mais. Também trabalhamos com dois temas para qualificar o mapa: queríamos entender onde estão as áreas de agricultura irrigada e também qualificar a pastagem. Talvez uma das coisas mais importantes no Brasil é entender o que acontece com a pastagem, que representa 20% do território nacional e é o principal uso da terra do Brasil. Entender isso é fundamental para qualquer estratégia de uso do solo”, explicou Tasso.

O trabalho desenvolvido pelo MapBiomas, como ressaltou Gilberto Câmara na abertura, Secretário Executivo do Grupo de Observação da Terra em Genebra, é o maior esforço mundial no setor, tanto em sua abrangência, quanto em termos históricos, tamanho de área e de equipe. Mais do que isso, reforçou Ana Toni, diretora-executiva do iCS, ele é fundamental para a compreensão e estudo da história da mudança do uso da terra no Brasil, utilizando a memória como ferramenta de projeção do futuro que queremos, incluindo políticas públicas. “A ciência e a transparência são patrimônios imateriais da democracia, e o MapBiomas representa a concretização desse patrimônio para a democracia brasileira”, disse.

Confira a íntegra do Seminário aqui, estude e conheça os dados da Coleção 5 no site, e veja abaixo alguns dos infográficos por biomas:

Créditos: MapBiomas


iCS - Instituto Clima e Sociedade 2020 | Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn ícone social