• iCS - Clima e Sociedade

Governos subnacionais lideram estratégias climáticas

Consórcio de Governadores da Amazônia Legal lançou em julho o Plano de Recuperação Verde para a região, com foco na produção sustentável, inovação, tecnologia e fim do desmatamento ilegal


Combate ao desmatamento ilegal, produção sustentável, inovação e tecnologia e infraestrutura verde. Estes são os eixos centrais do Plano de Recuperação Verde, cuja primeira fase foi lançada em julho pelo Consórcio de Governadores da Amazônia Legal com o objetivo de articular os seus temas prioritários à geração de empregos e redução de desigualdades. A estratégia passa pelo desenvolvimento produtivo sustentável, investimentos em infraestrutura verde, inovação e capacitação. Para além disso, o fortalecimento do Consórcio acontece em um contexto no qual os compromissos climáticos não são liderados pelo governo federal, o que exige maior atuação de outras instâncias.


Durante a COP26, aconteceu a assinatura do Memorando de Entendimento (MOU) do Consórcio Amazônia Legal com a Emergent, instituição sem fins lucrativos que atua como coordenadora administrativa da Coalizão LEAF. Além disso, no dia 4 de novembro, o Governador do Mato Grosso e Secretários da Amazônia Legal participaram de encontro com o Príncipe Charles.


O iCS apoia acordo de cooperação do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal e o FunBio para desenho e fortalecimento da gestão e da governança do Consórcio e apoio à sua efetiva implementação. O Plano criado, aliás, usa entre suas referências um estudo sobre oportunidades para exportação de produtos compatíveis com a floresta financiado no escopo do Projeto Amazônia 2030. Assista ao lançamento completo, e entenda como o PVR tem metas de curto prazo, ao propor uma retomada econômica para sair da crise causada pela pandemia, como de longo prazo, garantindo que ela seja sustentável.


Reprodução: Plano de Recuperação Verde