• iCS - Clima e Sociedade

Espaço Brasil: a conquista de um espaço para a sociedade civil

Uma mobilização histórica na 25ª Conferência do Clima da ONU, que ainda acontece até o dia 14 de dezembro, em Madri, na Espanha. O time do iCS lutou por um espaço democrático e inclusivo, que recebeu centenas de representantes do setor privado, cientistas, congressistas, governos subnacionais, imprensa, negociadores e observadores de outros países que contribuíram para a manutenção do protagonismo do Brasil nesta conferência. Saiba mais e participe da avaliação!


A delegação brasileira se fez presente no hall 8 da COP25. Representantes de centenas de organizações participaram da conferência com a expectativa de “apresentar compromissos mais ambiciosos”. O ponto de encontro em comum dos brasileiros foi o Brazil Climate Action Hub, organizado pelo iCS e pelo IPAM, que concentrou as discussões políticas sobre diversas temáticas – como Amazônia, comunidades e territórios, financiamento climático, comunidades de fé pelo clima, políticas climáticas de adaptação, juventude pelo clima, precificação de carbono, prefeitas brasileiras, eficiência energética, litigância climática, justiça climática, entre outros.



"A sociedade civil pagou, organizou, arrumou agenda e virou mesmo o ponto para discutir Brasil, para a sociedade brasileira e o parlamento brasileiro se encontrarem e debaterem estes temas de clima", afirma Claudio Angelo, disse o coordenador de comunicação do Observatório do Clima ao portal G1.

Segundo a jornalista Daniella Chiarreti em seu artigo no Valor Econômico, “é inegável que a conferência do clima mais longa da história produziu frustrações generalizadas. Não entregou os mercados de carbono, nem mais financiamento ou metas de redução de gases-estufa mais fortes”.


O artigo do G1 fez uma retrospectiva de 5 pontos negativos e positivos da COP em geral. Entre os destaques da participação brasileira na COP, fizemos um pequeno retrospecto:


PROTAGONISMO DA JUVENTUDE



PROTAGONISMO INDÍGENA



PRESENÇA DE PARLAMENTARES NO BRAZIL HUB



LANÇAMENTOS DE PUBLICAÇÕES



O que foi / não foi acordado em Madri? (Via texto publicado no ClimaInfo)


  • Planos climáticos para 2020: o texto final da decisão da COP25 “enfatiza com séria preocupação a necessidade urgente de abordar a lacuna significativa entre o efeito agregado dos esforços de mitigação das Partes em termos de emissões anuais globais de gases de efeito estufa até 2020 (…)”, ao mesmo tempo que “enfatiza a urgência de uma ambição elevada, a fim de garantir os mais altos esforços possíveis de mitigação e adaptação por todas as Partes”. Mas, no entanto, este texto é geralmente muito circular (ou seja, nenhuma declaração clara ou uma frase, como “à luz da urgência climática incentiva as partes a enviar NDCs aprimorados em 2020”).


  • Mercados de carbono: os negociadores não conseguiram alcançar qualquer resultado nos mercados de carbono. Nas horas finais das negociações, mais de 30 governos se uniram aos Princípios de San José, em um esforço de preservação da integridade das regras do mercado de carbono e de evitar brechas e a dupla contagem de créditos de carbono.


  • Perdas e danos: foi estabelecida a Rede de Santiago para liderar os trabalhos de implementação deste mecanismo que busca minimizar, evitar e recuperar os países de perdas e danos provocados por eventos extremos. No entanto, o texto final é mais fraco do que a versão anterior. Em termos de financiamento, o texto “exorta” a ampliação do apoio dos países desenvolvidos e de outras Partes em posição para fazê-lo, bem como organizações privadas e não governamentais, fundos e outras partes interessadas; mas só convida o Conselho do Fundo Verde para o Clima (GCF) a continuar fornecendo recursos para perdas e danos e convida-o a levar em consideração, dentro de seu mandato, os fluxos de trabalho estratégicos do Comitê Executivo do WIM. O debate sobre governança foi adiado para o próximo ano.


  • Oceanos e uso da terra: novos trabalhos foram demandados para a consideração de como fortalecer as ações de mitigação e adaptação.


DEPOIMENTOS DE DONATÁRIOS SOBRE O BRASIL CLIMATE ACTION HUB



Grata pela liderança e espaço. A equipe do iCS está de parabéns por nos ajudar a manter a chama viva - (Ane Alencar/IPAM)

Obrigada pela iniciativa tão importante de promover esse espaço de diálogo. Como alguém já disse aqui, você é nossa chefe de delegação! Ao pessoal do iCS que fez tudo acontecer, parabéns e obrigada. Muito feliz e orgulhosa de ter feito parte desse momento histórico - (Lavinia Hollanda/Escopo Energia)

Muito obrigada em nome da Coalizão! Ficará para a história esse gesto tão importante da sociedade em garantir a participação do país na COP. Foi muito especial ter participado desse espaço! Parabéns à equipe incrível do iCS – (Fernanda Macedo/Coalizão Brasil)


A pluralidade é a cara do Brasil, e conseguimos expressar essa característica na COP por meio do Hub. Boa viagem de volta. (Cristina Amorim/IPAM)


Parabéns Cíntya a e toda equipe do iCS não só por terem criado um espaço essencial para o debate, mas também por ter se esforçado para ajudar na busca de credenciamento. Sem o auxílio de vocês, certamente não teríamos condições de compartilhar as nossas pesquisas e avançar em debates tão importantes - (Raoni Rojão/UFMG)

Nossos agradecimentos a toda a equipe do iCS e um abraço especial e fraterno a esse grupo de mulheres dedicadas com quem temos estabelecido trocas tão potentes e aprendizados tão bacanas: Alice Amorin e Cintya Feitosa - (Michelle Ferrati/Instituto Alziras)

Se você esteve na COP e ainda não nos ajudou com essa avaliação do Hub, por favor enviem suas considerações via este formulário.


Antes da COP, nós também fizemos um longo trabalho prévio de formação para ONGs e empresas enviarem representantes a Madrid, realizamos webinares para imprensa e donatários e apoiamos financeiramente a ida de alguns atores-chave


A COP25, realizada em Madrid (Espanha), está com os motores movidos à propulsão humana a todo vapor. Para quem não teve a oportunidade de ir até a capital espanhola ver de perto o rumo das negociações climáticas, o hotsite do Espaço Brasil, realizado em parceria com o iCS e o IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia), convidou a uma imersão de tudo o que aconteceu na Conferência. Além de um calendário completo com todas as atividades, uma série de notícias mostrou o que as instituições parceiras fizeram e apresentaram, além das expectativas prévias para a penúltima COP antes do início da implementação das metas do Acordo de Paris.


O QUE ESPERAR DA COP25? (11 de novembro)

WEBINAR PREPARATÓRIO PARA A COP25 (21 de novembro)


#BrasilNaCOP25 #AcordodeParis #artigo6 #COP25

iCS - Instituto Clima e Sociedade 2020 | Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn ícone social