• iCS - Clima e Sociedade

Desinformação sobre mudanças climáticas

O Facebook, maior rede social do mundo, era incapaz de monitorar a desinformação sobre clima de forma satisfatória até, pelo menos, abril de 2021. Para Ana Toni, Mark Zuckerberg está “sendo cúmplice dos negacionistas”


O Facebook não era capaz de monitorar a desinformação sobre mudanças climáticas de forma satisfatória pelo menos até abril de 2021, de acordo com documentos vazados ao Congresso norte-americano e aos quais a Agência Público teve acesso, em parceria com o Núcleo Jornalismo.


Em matéria da Ag. Pública, a diretora executiva do Instituto Clima e Sociedade (iCS), Ana Toni, diz que Mark Zuckerberg está “sendo cúmplice dos negacionistas”. “Seus funcionários estão falando isso [a importância de frear a crise climática], a ciência está falando isso e os seus usuários estão falando isso. Então, se ele quer se deixar ser manipulado pelos negacionistas, e parece que é isso que ele quer, porque eles podem pagar, ele está no lado errado da história.” Leia!

Crédito: Após o vazamento de documentos internos do Facebook, a ex-funcionária Frances Haugen afirmou em depoimento à comissão do Congresso dos Estados Unidos que a companhia “prefere o lucro” (Reprodução Youtube C-SPAN)