• iCS - Clima e Sociedade

Crise energética na mídia

Consultores do iCS e membros do Idec conversam com jornalistas e alertam sobre a urgência de medidas severas governamentais para atuar contra a crise hídrica e energética, uma das maiores da história do país


O racionamento está batendo a nossa porta e o governo precisa agir rápido, com medidas efetivas. Este é o recado de especialistas, entre eles consultores do Instituto Clima e Sociedade. Em entrevista ao Jornal das Dez, da GloboNews, Ricardo Lima, consultor de Energia do iCS, disse o seguinte: “A situação é muito grave. O risco de racionamento existe, o governo tem negado isso, mas no mínimo cortes de carga selecionados vão acontecer. Estamos hoje numa situação muito pior do que aquela do racionamento de 2001/2002. É muito urgente que medidas sérias sejam tomadas. O que o governo propôs ontem (23/08) cria uma possibilidade para atender parcialmente a questão do pico da energia, deslocando o consumo das grandes indústrias para horários em que se tem alguma folga no sistema de transmissão. Mas o problema do consumo de energia e da falta de água para gerar energia continua”.



Clauber Leite, do Idec, explicou sobre as medidas ineficazes e custosas tomadas até agora. “Nunca foram acionadas tantas termelétricas como tem sido agora, temos isso refletido nas bandeiras, então estão claros os sinais de que existe uma crise hídrica e uma crise de abastecimento de energia. Sabemos que campanhas voluntárias, sem estabelecimento de metas, sem colocar limites, bonificações e penalizações, não geram o resultado esperado. É preciso considerar todos os consumidores, inclusive os residenciais, para que haja a redução do consumo”.
Para Amanda Ohara, também consultora de energia do iCS, o governo tem apresentado a situação para a população dando a entender que ela é menos grave do que é de fato. “É importante que as pessoas saibam que estamos enfrentando uma das piores crises da história do país. Quanto mais tempo a gente levar para lidar com a situação com a gravidade que ela de fato tem e enfrentá-la com a seriedade que ela merece, pior será para o próprio consumidor, maiores serão os custos a serem pagos”.

A conversa dos especialistas reuniu também outros jornalistas, que repercutiram em reportagens de diferentes veículos. Confira:


Istoe

Idec e ICS querem incluir consumidor no esforço para evitar racionamento


O Povo

Idec e ICS querem incluir consumidor no esforço para evitar racionamento


Yahoo!Finanças

Racionamento bate à porta e é preciso engajar consumidor, diz Idec


Folha

Racionamento bate à porta e é preciso engajar consumidor, diz Idec


Estado de Minas

Idec e ICS querem incluir consumidor no esforço para evitar racionamento


CNN Brasil

Entidades querem incluir consumidor em ações para evitar racionamento


Blogs O Globo

Governo renega ciência de novo e abraça a crise elétrica


CNN Brasil

‘Racionamento é inevitável’, diz coordenador do Instituto Clima e Sociedade


Gaúcha ZH

Há risco de "apagões localizados" a partir de outubro, diz coordenador do Instituto Clima e Sociedade