• iCS - Clima e Sociedade

COVID-19 entre indígenas

Artigo do IPAM em parceria com a COIAB reforça que as taxas de incidência e mortalidade da COVID-19 entre indígenas supera muito as encontradas na população em geral do Brasil


Em artigo publicado na revista Frontiers, o IPAM (em projeto com a COIAB e apoio do iCS) mostra que as taxas de incidência e mortalidade da COVID-19 em povos indígenas superam, em muito, aquelas encontradas na população em geral no Brasil. Daí também a importância da transparência de dados e deste monitoramento realizado pela sociedade civil, uma vez que os dados do Ministério da Saúde sugerem o contrário: 330 mortes de indígenas contra 670 do levantamento da COIAB, uma diferença de 103%.

“Por meio desta investigação foi possível verificar que não apenas as taxas de incidência e mortalidade por COVID-19 entre os povos indígenas são superiores às observadas na população em geral, mas também que os dados apresentados pelo governo federal são subnotificados. Além disso, ficou evidente que a presença de atividades econômicas ilegais aumentava o risco de disseminação da COVID-19 nas Terras Indígenas”, diz a conclusão do estudo.

Leia na íntegra: https://bit.ly/3dbIZzS


Foto: Agência Brasil