• iCS - Clima e Sociedade

As veias climáticas da América Latina

O Conexão CDP 2021 mostrou o papel da América Latina na COP26, que acontecerá em Glasgow esse ano; região é fundamental por seu privilégio natural e geográfico


Em novembro, a cidade de Glasgow, na Escócia, hospedará a COP26, cúpula que promete ser um dos eventos climáticos mais relevantes desde o Acordo de Paris em 2015, em função da década crítica para o clima e também da pandemia da COVID-19 como pano de fundo. A América Latina tem papel fundamental no processo, menos em função de sua contribuição para o aquecimento global (suas emissões de gases de efeito estufa representam cerca de 10% da emissão total global) e mais porque se localiza nas regiões do planeta que apresentam os maiores impactos derivados das mudanças climáticas – é também onde está um dos maiores reservatórios de biodiversidade, água doce e potencial energético do mundo. Para abordar estes temas, o Conexão CDP 2021, Caminhos para Glasgow – ambição ambiental e papel da América latina para COP 26 aconteceu online, no dia 10 de fevereiro, com especialistas que apresentaram panorama de empresas, cidades e investidores para a região, tanto agora como para os próximos 10 anos.