• iCS - Clima e Sociedade

Pesquisa mostra que quase 1 milhão de brasileiros não têm acesso à energia elétrica na Amazônia Lega

Estudo desenvolvido pelo IEMA aponta que 19% da população que vive em terras indígenas na Amazônia não tem acesso à eletricidade – o mesmo acontece com 22% das pessoas que moram em unidades de conservação da região


Os números mostram bem a discrepância: enquanto vivemos a era da Quarta Revolução Industrial, 990.103 brasileiros não têm acesso à energia elétrica na Amazônia Legal. O Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) realizou um estudo inédito que aponta os locais onde os brasileiros vivem sem acesso ao serviço público de energia elétrica na região citada, com base em uma metodologia analítica georreferenciada que contempla povos indígenas, extrativistas, quilombolas e assentados. Graças a essa análise, é possível estimar que 19% da população que vive em Terras Indígenas na Amazônia esteja sem acesso à energia elétrica – o mesmo acontece com 22% da população em Unidades de Conservação e 10% de assentados rurais.



Em citação ao site Amazonas Notícias, Pedro Bara, pesquisador sênior do IEMA e um dos responsáveis pelo estudo, disse:


“Com os resultados desse trabalho, é possível planejar o montante de recursos para suprir o problema, em quanto tempo se quer atingir a universalização da energia elétrica na Amazônia e como ir além do acesso à energia para o bem-estar social ao promover também as atividades produtivas comunitárias”.

O iCS tem um amplo trabalho de financiamento e articulação para o desenvolvimento de eficiência energética e matriz limpa e sustentável no país, além de apoiar estudos e pesquisas sobre acesso à energia na Amazônia.

Crédito: EBC

iCS - Instituto Clima e Sociedade 2020 | Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn ícone social